Manifesto da ULEPICC contra a condenação do ex-presidente Lula da Silva



Quito, 13 de julho de 2017

A condenação do ex-presidente Lula da Silva, ao arrepio das provas absolvitórias, constitui um duro golpe ao Estado democrático de direto e às esperanças de que o povo possa ter de melhorar suas condições de vida e avançar a justiça social por via do processo democrático e da limpa disputa eleitoral.

O ex-presidente Lula tornou-se um exemplo reconhecido de liderança democrática em toda a América Latina e em todo mundo. Durante seu governo, Lula tirou o Brasil do Mapa da Fome e colocou o país numa posição de liderança internacional na busca de maior equilíbrio nas relações geopolíticas mundiais.

É verdade que na política brasileira, infelizmente, consolidou-se um amplo espaço de relações corruptas entre o empresariado e a representação política envolvendo, lamentavelmente, quase todos os partidos brasileiros. Mas também é verdade que não apareceu uma única prova concreta de que o ex-presidente Lula tivesse se beneficiado pessoalmente dessas transações.

A condenação foi política e tem por objetivo alijá-lo da disputa eleitoral em 2018 e consolidar no Brasil um processo anti-popular, a serviço do capital financeiro internacional.

Como pesquisadores, professores e estudantes do campo da Comunicação, nós, da ULEPICC, não podemos nos calar diante desse gravíssimo fato. As políticas em curso também afetam fortemente as universidades públicas brasileiras e o processo de formação crítica e autônoma dos futuros profissionais de mídia.

Numa situação dessa gravidade, nenhuma associação de professores e investigadores do campo da Comunicação pode deixar de manifestar sua discordância diante de uma decisão claramente ao arrepio das leis e da jurisprudência brasileira.

ULEPICC FEDERAL

ULEPICC CAPÍTULO BRASIL

ULEPICC CAPÍTULO ESPANHA